quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Complicações idiomáticas

É verdade matemática...Que ninguém podi negá...Que essa história de gramática...Só serve pra atrapaiá!

Inda vem língua estrangera...Ajudá a compricá...Meió nóis cabá cum isso...Pra todos podê falá!

Na Ingraterra ouví dizê...Que um pé de sapato é xu...Desde logo já se vê...Dois pé de sapato é xuxu!

Xuxu pra nois é legume...É verdade e não boato...O ingrês que lá se arrume...Mas nóis num come sapato!

Ná Itália ouví dizê...Eu não sei porque razão...Que manteiga lá é burro...Lá se passa burro no pão!

Desse jeito pra mim chega...Sarve o povo do sertão...Onde manteiga é manteiga...Nóis num come burro não!

Na América corpo é bódi...Veja que bódi vai dá...Conhecí uma americana...Doida pro bódi entregá!

Fiquei meio atrapaiado...E disse pra me escapá...Oia moça eu não sou cabra...Chega seu bódi pra lá!

No Chile cueca é dança...Pra se dançá e bailá...Lá se dança e baila cueca...Até a noite acabá!

Mas se um dia um chileno...Vié pro Brasil dançá...Tente mostrá a cueca...Pra vê onde vai pará!

Uma gravata esquisita...Um certo francês me deu...Perguntei onde se bota...Acho que num entendeu!


Me danei com a resposta...Isso é coisa eu que não faço...Seu francês mal educado...Mete a gravata no seu...( Piiiiiiiiiii )

Autor Desconhecido

Update da Gi:

A Roberta, do Ôô Trem doido sô já tinha postado esse texto:

Esse trem é uma letra de música muito antiga de uma dupla chamada Alvarenga e Ranchinho e se chama Moda das Líguas.
* Gravata é trem de pindurá no pescoço. Pescoço em Francês é Cou, mas se lê cu mêss.

1 comentários:

Roberta disse...

Oi Gi...ó eu dinovo aqui te visitando
Esse trem é uma música que chama "Moda das Línguas", de Alvarenga e Ranchinho. Rs
óiqui ói: http://trem-doido.blogspot.com/2008/02/presteno.html

 
© 2007 Template feito por Templates para Você